quinta-feira, 7 de março de 2013

Oração


            Não é todo dia que dobramos os joelhos para orar a Deus e o ouvimos ou sentimos algo diferente da nossa realidade humana. Tem Dias que parece mesmo é que estamos falando com a parede, não há sensação de paz, não há arrepios (isso só acontece com os canelas de fogo), às vezes não a lagrimas... Apenas palavras que parecem estar no vazio. O que me move a dobrar os joelhos pra falar sozinho, é que a minha fé ainda me faz acreditar que alguém está escutando, a diferença não é a lagrima ou o arrepio, mas a fé que nos move para falar com um Deus que não vemos e as vezes não sentimos, mas que prometeu nos escutar. O derramamento da sua graça nos faz acreditar que ele esta ali bem pertinho da gente, mesmo que no silencio. Mas fique tranquilo, que uma hora ele fala alguma coisa, alias, ele sempre esta falando alguma coisa, como diz o técnico Tite, “fala muito” e nesse caso é o que nos mantem em pé, a fala de Deus.


Jackson Vieira

Nenhum comentário:

Postar um comentário